Ação simbólica: Pão e vinho; lava pés

13 minutos Jesus contra o valor de troca. Parte 2: Trito-Isaías e David Harvey e a Nova Jerusalém Sociedade utópica – Nova Jerusalém: a importância do valor de uso (habitação, etc.) apontada pelo profeta Trito-Isaías e por David Harvey Na palestra anterior (Jesus contra o valor de troca), falei que os grandes profetas individuais, que precederam Jesus, já lutavam contra o valor de troca da mercadoria, e exaltavam o valor de uso. Ou melhor, eles exaltaram e prognosticaram um tipo ideal de formação social, Continue

60 minutos Diabólica Eucaristia contra a Glória de Deus e o seu reverso: Genealogia Parte 1: Ação simbólica na Ceia: a genealogia da eucaristia Parte 2: A ação simbólica da partilha do pão e do vinho – Pacto da Nova Aliança e Pacto da Unidade Parte 3: A ação simbólica da partilha do pão e do vinho – Pacto de sangue ou de morte, Pacto de “vida” Obs. Estou apresentando em apenas um texto, os conteúdos relativos aos diversos vídeos dessa série. Em razão Continue

menos de 1 minuto Grandes profetas individuais conheciam a ideologia e seu efeito de produzir realidade (Art. 35, 9.1.;9.2.;9.3., p. 209-215). www.tribodossantos.com.br Livro: TEMPLO – Resgate do sentido original da doutrina de Jesus: http://tribodossantos.com.br/pdf/O%20Templo%20-%20introdu%C3%A7%C3%A3o.pdf Os grandes profetas individuais hebreus conheciam bem, entre outros, alguns dos principais aspectos atinentes às “trevas ideológicas exteriores”. Eles sabiam que os sacerdotes, escribas, falsos profeta, sábios, etc. consistiam nos agentes que as elaboravam, e com elas operavam. Cuja finalidade era submeter ideologicamente e explorar economicamente as pessoas de senso Continue

menos de 1 minuto O Caminho ou “método analítico” ensinado por Jesus – O “corpo todo” (indivíduo como totalidade) e suas partes – o caminho ou método analítico: corpo subjetivo – corpo objetivo (Mt 5, 27-30). (Art. 15, 4.2.;4.2.1., p. 8o-88) Livro O Templo – Resgate do sentido original da doutrina de Jesus: http://tribodossantos.com.br/pdf/O%20Templo%20-20introdu%C3%A7%C3%A3o.pdf Vejamos, primeiramente, em Mt 5, 27-30, o Mestre ensinando a aplicação do caminho ou método analítico, na abordagem do indivíduo concebido como totalidade ou “o corpo todo”. Ou seja, a Continue

menos de 1 minuto “Todo o teu corpo”: totalidade que engloba o sujeito e o objeto: Mt 6, 22-23 (Art. 19, 4.3.3.;4.3.4.;4.3.5.; p. 102-113) www.tribodossantos.com.br Livro O Templo– Resgate do sentido original da doutrina de Jesus: http://tribodossantos.com.br/pdf/O%20Templo%20-20introdu%C3%A7%C3%A3o.pdf Nesta segunda sentença, o Filho do Homem tem como pressuposto as proposições acima indicadas. Assim, ele explica, mais detalhadamente, alguns aspectos das conexões entre, de um lado, o campo “céu” (subjetivo e motivador), e de outro, o campo “terra” (objetivo e motivado por àquele). Enfim, o Mestre Continue

menos de 1 minuto A sobrevivência do corpo subjetivo – A ideologia corpo versus alma de Paulo o Anticristo até hoje Livro O Templo: http://tribodossantos.com.br/pdf/O%20Templo%20-20introdu%C3%A7%C3%A3o.pdf A “definição da situação” e a “profecia que se cumpre por si mesma” (Merton) (Art. 29, 6.7.;6.7.1., p.166-170). Enquanto o indivíduo enganado permanecer “acreditando” (fé) no “falso profeta”, isto é, no sujeito que inventou uma definição falseada acerca da situação real. E, enquanto àquele permanecer acreditando, também, nesta definição falsa, sua conduta real tanto subjetiva como objetiva estará como que Continue

36 minutos Com o objetivo de resgatar o sentido original da doutrina do Jesus Histórico, então, vamos resgatar, no presente artigo, o sentido original das noções inscritas na ação simbólica da partilha do pão e do vinho, que na Ceia Pascal foram expostas. E, confrontar essas noções com a diabólica noção de eucaristia ensinada e praticada por teólogos e sacerdotes católicos. Desse modo, esperamos contribuir para que a genuína noção de glória e a de glorificação ou sacrifício perpétuo possam ser, hoje, entendidas e Continue

menos de 1 minuto     No artigo anterior, focalizamos a ação simbólica da partilha e a assimilação do pão e do vinho, na Ceia Pascal, que Mateus relatou. Assim, tratamos dos quatro primeiro pontos que aparecem nas ações simbólicas dirigidas pelo Jesus Histórico na referida ceia: 1. É Nova em relação à Antiga Aliança; 2. Pacto da Unidade; 3. Pacto de sangue ou de morte; 4. Pacto de “vida” .[1] No presente artigo, estamos tratando da ação simbólica do lava-pés, e respectivo pacto da Continue